pt_brfren
Compagnie Dos à Deux

Fragments du désir

Notas de André CURTI e Artur RIBEIRO

Cada criação responde a vontade e a urgência de expressar o que nos atravessa, o
que nos emociona ou que nos incomoda.
Durante esses 10 anos de pesquisa, um espetáculo fez eco ao outro : exclusão, isolamento, loucura, exílio... temas universais que nos levaram a uma expressão artística singular e exigente.
Para essa nova criação decidimos falar sobre a diferença e o desejo.

« Todos nós temos alguma coisa em comum : somos todos diferentes. A diferença é
inerente ao ser. Ela se define na sua singularidade e se distingue do outro. A diferença
pode ser paradoxalmente identidade ontológica. Mas, ela pode também ser fonte de
desigualdade e designar a marginalidade e a minoria. O indivíduo é diferente se ele não
corresponde à norma, que ela seja desejada, projetada ou mesmo idealizada.
Podemos ser diferentes em relação á uma norma social, política ou ética, ou podemos
nos sentir diferentes relativamente á nossas convicções e á nossa historia. »

Quatro personagens, fragmentos de vida… Diferenças que fazem de cada um, um ser
único. Gestos, sombras de mentiras, fatos não ditos. Um universo aonde o sonho se
torna a idealização do desejo A geometria do quarteto nos motiva...“Fragmentos do Desejo” será uma partitura gestual para 4 atores-bailarinos... Fragmentos de vidas de quatro personagens perdidos em seus desejos sufocados. Uma história de pessoas que com seus
mais profundos desejos se tornaram diferentes. Como o homem se constrói em função
da diferença que ele sofreu ou escolheu como afirmação de si ?

Essa quinta criação prolonga uma pesquisa de escritura cénica entre teatro, dança e manipulação de objetos, aonde toda a expressão é direcionada para um universo teatral pessoal e poético. Misturar as artes para ir ao encontro de uma nova estética, uma nova dramaturgia, uma nova direção artística.



© 1997-2019 Compagnie Dos à Deux - Tous droits réservés - Contact - Haut ↑
Site réalisé avec SPIP par romy.tetue.net